A ELABORAÇÃO DA PAUTA

A pauta é uma sondagem inicial. É a apuração preliminar dos fatos ou acontecimentos. É na elaboração da pauta que devemos explorar nossas fontes, pesquisar documentos e publicações sobre o assunto, levantando dados, informções relevantes, criosidades,  reportagens já publicadas sobre o assunto,… É uma fase de informações para sustentar uma investigação. Mas esta fase, de pré-produção da reportagem, também deve servir para testar a credibilidade das fontes e  ajudar a estabelecer a viabilidade da pauta (é possível de ser apurada ou não?), bem como a sua justificativa.

Toda matéria tenta responder a uma curiosidade ou lançar uma hipótese. Nada de confirmar o que já se sabe, mas sim, fornecer dados novos. Depois da sondagem inicial, um bom apoio é o plano de ação com o qual se espera obter informações. Este plano de ação deve conter, além de um bom texto, claro e capaz de demonstrar qual a abordagem e direcionamento deve o repórter seguir, os seguintes dados:

· Relação de informações que já obtivemos;
· Relação de informações que ainda faltam;
· Lista de fontes: onde localizar a informação que nos falta,
quais as fontes mais importantes e consistentes.

O plano de ação ajuda a organizar o que a reportagem quer demonstrar. Uma pauta que se preze define o rumo do trabalho, o ângulo, a escolha de uma ou várias nuances do que será apurado, qual o recorte da realidade, e, especialmente, a nova abordagem da questão. Pauta também é freqüentemente confundida com o tema. O que precisamos saber é o que rende matéria jornalística do que rende um livro ou enciclopédia.

Na página “Faça Você Mesmo – atividades do 6º jornalismo”, temos mais informações sobre pauta fotogáfica e um exemplo de como esta deve ser.