Daguerreotipo
Daguerreotipo

Se hoje muitos fotógrafos que já nasceram usando o digital olham para os fotógrafos que ainda usam filmes analógico,s como se estes fossem seres estranhos;  olhar para profissionais que usam técnicas rudimentares, ou antigas, como a Daguerreotipia, pode parecer que olhamos para verdadeiros dinossauros…
No vídeo vemos como o fotógrafo Dan Carrillo, produz artesanalmente o material que utiliza para produzir imagens fotográficas nos modos usados há mais de 170 anos…
O processo de fazer um daguerreótipo inicia-se com uma placa de cobre banhados em prata. Essa placa é primeiro desbastada e polida até que ele se pareça com um espelho. Em seguida, a placa é sensibilizada à luz com sais de iodo e bromo em caixas estanques. A placa  é então transferida através de um suporte à prova de luz para uma câmara, onde é exposta. Originalmente, essa exposição podia demorar até 15 minutos, mas as melhorias do processo de sensibilização (adição de halogenetos de prata) e lentes mais atuais permite produzir imagens em cerca de 1 minuto. Finalmente, uma vez que a placa é exposta,ela é revelada sobre o mercúrio quente, fixado por imersão em uma solução de tiossulfato de sódio e, em seguida, lavada com água destilada. A etapa final e dourar a placa utilizando cloreto de ouro, produzindo, como Carrillo afirma, “algo que é diferente de qualquer outro tipo de fotografia.”

Via PETAPIXEL