Fotografia produzida com auxílio de telefones celulares:

lens_dial

Vejam essa apresentação (versão em PDF) que apresentei em sala para os alunos do módulo sobre produção de conteúdo visual – Especialização em Jornalismo Multiplataforma (FACOM – UFJF)!

iphonegraphy

istock_generic_181789

the-art-of-iphone-photography

iphone-photography-misho-cover

 

 

 

Fotojornalismo por dispositivos móveis… fim ou redenção do velho fotojornalismo?

Por décadas, os fotógrafos usaram diferentes meios para produzirem imagens interessantes do mundo e dos acontecimentos  do mundo. Câmeras pinhole (de buraco de agulha) feitas em latas de cerveja ou caixa de fósforos, máquinas Polaroide, câmeras  de grandes formatos, máquinas Holga com suas lentes de plástico barato… O que a fotografia digital, tomada por meio de aparelhos telefônicos celulares diferem destes outros métodos?

Embora tenha adquirido meu primeiro iPhone acerca de um ano, minhas primeiras experiências  fotográficas com ele não são tão antigas assim. Mas o que me interessa aqui é pensar como esses aparelhos estão cada vez mais fazendo parte do nosso dia-a-dia e como as imagens  produzidas tem criado polêmica, em especial, depois da premiação das fotos de Damon Winter de soldados dos EUA na Guerra do Afeganistão

Se olharmos para as fotografias produzidas por iPhones e compara-las às imagens obtidas por meios das máquinas e técnicas acima mencionadas, não veremos diferenças… Assim, porque diferenciá-las de qualquer outra fotografia que eu faça com outras câmeras?

 

 

Cobertura Olímpica realizada por iPhone

Se você anda reclamando que não consegue fazer boas fotos porque não tem uma câmera profissional da mais ultima geração tecnológica, com certeza você precisa ver o trabalho deste jornalista do jornal britânico The Guardian.Dan Chung é um fotojornalista que cobriu a Olimpíada de Londres 2012 de  uma maneira diferente e inovadora. ele usou apenas seu Iphone 4S para fazer a cobertura dos jogos e competições. As fotografias surpreendem por seus incríveis detalhes. Para dar “gás a mais” à câmera de 8MP do iPhone 4S, Chung usou o acessório Schneider Lens. O fotógrafo também utilizou binóculos da Canon, como se fosse uma teleobjetiva  para fazer imagens de pessoas ou acontecimentos muito distantes. Para editar suas fotografias, Chung utilizou o premiado aplicativo Snapseed, que recebeu muitos elogios da crítica especializada. O resultado desta cobertura foi arrebatador, um sucesso incrível, seria então os primeiros passos para um novo processo de cobertura fotográfica?

iphone4slondres201201

the closing ceremony of the Games

But Mo Farah worked his way up the field

China's Qiu Bo dives in the semi-final of the men's 10m platform.

The Women's BMX semi-final took place in brillant sunny conditions

This is me setting up a remotely triggered iPhone hiding in between all the big pro cameras

A cobertura completa em http://www.guardian.co.uk/sport/2012/jul/27/london-olympics-2012-smartphone

 

 

 

Como podemos melhorar a qualidade das imagens capturadas com smartphones?

As lentes  dos  telefones celulares têm uma distância focal equivalente a uma 50mm em uma full frame, ou seja: oferecem um ângulo de visão bem versátil. Mas para conseguir pontos de vista diferentes existem essas pequenas lentes que transformam a lente padrão em Fish Eye, Grande Angular e Macro.  Estas lentes permitem obter resultados criativos e que muitas deixam os outros com inveja.

  • 1. Lente Macro (+ Filter Storm) | 2. Lente Fish Eye (+ Instagram) | 3. Lente Wide (+ Pro HDR)

Você pode comprar lentes como essas em sites de bugigangas chinesas como Photojojo, DealExtreme e Ebay. O preço fica em torno de menos de 20 dólares por lente.

 

 

 

Algumas dicas de aplicativos interessantes para turbinar seu smartphone e obter bons resultados com fotografias!

O celular hoje em dia é mais que um aparelho para a  comunicação direta. As  fotos tiradas no dia a dia podem ser modificadas e incrementadas, se assemelhando a fotos profissionais.  Isto se deve a gama de aplicativos que proporcionam o tratamento dessas imagens, a  edição, o uso de  filtros e efeitos. Esses aplicativos podem ser encontrados para diversos modelos e tipo de sistemas, como Android, iOS, e Symbian. Vejamos alguns aplicativos que podem ajudar a você turbinar seu telefone celular:

645 Pro – Permite acesso rápido e ajustes nos controles como foco, exposição e balanço de branco. Inclui um botão de disparo em duas fases – a primeira registra o foco e a exposição e a segunda tira a foto. Inclui opções que simulam filmes analógicos usados por fotógrafos profissionais. É possível escolher a resolução da foto nos formatos JPEG ou RAW. Custa US$ 3 para iOS.

6459rp

HDR Pro Camera – Reproduz o efeito das fotos HDR (High Dynamic Range) das câmeras profissionais, proporcionando três tipos de exposição de luz em um único clique. O recurso une as três imagens criando uma ‘exposição perfeita’. Custa R$ 4 para celulares Nokia.

Sem título (2)

Photoshop Express – Versão para edição de imagens, semelhante ao Photoshop para tratamento de fotos no smartphone. Grátis para iOS e Android.

photoshop

Instagram – Mais que um editor de fotos, o Instagram é uma rede social, onde as pessoas compartilham suas fotos e recebem likes e comentários. Seus filtros, em estilo retrô, melhoram quase todo tipo de foto e a integração com o Facebook fez dele o mais usado aplicativo para edição.

instagram

BeFunky Photo Editor – Este aplicativo faz da edição, uma forma pratica e fácil, tem uma ferramenta versátil de corte de imagem e mais de 20 ótimos efeitos em vários estilos, seja retrô (lomo, vintage) ou mais moderno (HDR e outros). Assim como o Instagram, permite que as fotos sejam enviadas para seu sistema próprio de hospedagem.

1

Snapseed – Um dos mais modernos editores de imagem para celular, o Snapseed tem uma interface que permite ajustes em áreas bem específicas de cada canto das fotos, com a ajuda dos dedos (fazendo o swipe – movimento de arrastar com o dedo). Disponíveis para Android e iOS.

snap

Pixlromatic – Este aplicativo não tem ferramentas de correção nem oferece grandes atrativos, a não ser o filtro que é melhor do que o filtro do Instagram.

pix

Color Splash Free – Este aplicativo é capaz de deixar áreas da fotografia em preto e branco, e outras coloridas, dando também destaque em algo que queira dar o diferencial mais vibrante na imagem.

color

Phototreats – Este aplicativo reúne uma coleção de filtros fáceis de usar e que transformam suas fotos. Os pacotes de efeitos são divididos entre “My Eats”, “My Style”, “My Activity”, “Benefit Winter” e “My Austin”. O My Seasons” e “My Times”, não são gratuitos, mas acredito que a versão grátis já traz uma ótima ferramenta com resultados positivos.

2

Jornal SUN – TIMES de Chicago (EUA) demite repórteres fotográficos

pic

Essa medida a princípio estranha, de demitir toda uma equipe de experientes profissionais, soou ainda mais assustadora pois a direção do jornal revelou  que a estratégia é fazer com que os repórteres façam o trabalho dos 20 fotógrafos demitidos, usando  simples telefones celulares dotados de câmeras.  Em uma nota à imprensa, o editor Craig Newman prometeu: “Nos próximos dias e semanas, nós estaremos trabalhando com todos os funcionários editoriais para treinar e equipa-los tanto quanto possível para produzir o conteúdo que precisamos.”  Segundo essa mesma nota tais repórteres receberão um treinamento do tipo Cheapskate, que significa, em bom português:  formação em fotografia básica em  iPhone…
A reação dos fotógrafos  foi rápida: “A ideia de que freelancers e repórteres poderiam substituir um fotógrafo profissional experiente,  produzindo foto com  iPhones é idiota”, afirmou o   fotógrafo Alex Garcia do Chicago Tribune em seu blog. Claro que  há uma crescente utilização de telefones celulares, em especial de iPhones, como ferramentas para o fotojornalismo, mas esperar que isso aconteça de forma rotineira, e através de repórteres  que já vivem sob  uma tremenda pressão para produzir seus textos, parece querer fazer mágica…