O professor Helder Bastos fala em seu blog “TRAVESSIAS DIGITAIS” da dissertação de mestrado defendida pelo jornalista Rui Gomes na Universidade Nova de Lisboa: A importância da Internet no relacionamento entre jornalistas e fontes de informação.

Rui Gomes procurou saber como a Internet é utilizada por jornalistas portugueses de imprensa, rádio e televisão. Segundo Helder Bastos, ele chegou a algumas conclusões aqui resumidas:

* A quase totalidade dos jornalistas inquiridos tem uma opinião «extremamente positiva» sobre a Internet, o que leva, segundo o autor do estudo, a uma visão «cor-de-rosa» do meio e a uma confiança excessiva no material encontrado online.

* Quase 90 por cento dos jornalistas inquiridos utilizam a Internet nas suas peças jornalísticas. O uso é menor por parte dos jornalistas de televisão.

* O email é utilizado por 73 por cento como ferramenta para encontrar e contactar fontes de informação.

* A maioria considera que a Internet facilita o seu trabalho, melhora a qualidade do mesmo e torna as notícias mais diversas.

* A facilidade de contato com fontes é uma das vantagens da utilização da Internet destacadas com particular relevo na imprensa.

* Os newsgroups são pouco utilizados pelos jornalistas dos três meios, enquanto os blogs são mais utilizados pelos jornalistas de imprensa.

* Os jornalistas de imprensa defendem que a fixação dos jornalistas nas redações é um fato (sedentarização do jornalismo), enquanto os jornalistas de rádio discordam totalmente.

O trabalho deve em breve ser lançado em livro.